Os empregados das empresas MetalLight Indústria e Comércio de Móveis de Aço e da Montar Instalações e Metalúrgica aprovaram na terça-feira, 15 de dezembro, em assembleia comandada pelo sindicato, a proposta das empresas para pagar as horas extras acumuladas e devidas, cujo processo tramita na 6ª Vara do Trabalho da capital.


O valor total do acordo está estimado em cerca de R$250 mil

As empresas propuseram o parcelamento dos valores a que cada empregado fazia direito, de acordo com o tempo laborado em jornada extraordinária por cada um deles. O processo foi aberto na Justiça do Trabalho depois do resultado de uma fiscalização do Ministério do Trabalho denunciada pela própria entidade. O valor total do acordo está estimado em R$ 250 mil.


Assembleia de votação foi realizada no dia 15 de dezembro

O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, comemorou o resultado. “O Sindicato está sempre preparado para representar os trabalhadores em situações de exploração como esta que estava sendo cometida pelas empresas. Temos advogados muito competentes e tomaremos atitudes em favor da categoria”, afirma.


A votação foi secreta e os votos foram apurados na hora, na presença dos empregados