Com decisão, SindMetal-GO deverá dar continuidade à negociação com a empresa

Nesta sexta-feira, dia 22 de março, o SindMetal-GO voltou a se reunir com os empregados da Mangels, após a direção da empresa negar-se a negociar o Acordo Coletivo de Trabalho. Na primeira reunião realizada no dia 8 de fevereiro, os metalúrgicos decidiram pela negociação do Acordo, o que nunca antes foi negociado com a empresa. Esta é a terceira tentativa do sindicato dos trabalhadores na representação dos empregados da indústria neste tipo de negociação.


Presidente do SindMetal-GO expõe situação da negociação para metalúrgicos

Com o levantamento das reivindicações, o SindMetal-GO encaminhou a pauta para a direção da Mangels na mesma semana. No entanto, somente um mês mais tarde os empresários responderam ao contato, negando a negociação. Por esse motivo, o sindicato convocou nova assembleia com os metalúrgicos, para que os mesmos decidissem se queriam que a entidade desse continuidade ao processo negocial, ou se eles iriam esperar o resultado da Convenção Coletiva de Trabalho, que é negociada com o Simelgo e vale para toda a categoria.

Diante disso, nesta sexta-feira (22), a maioria absoluta dos empregados da Mangels aprovaram a continuidade do processo negocial. O próximo passo do sindicato, agora, é tentar estabelecer o diálogo com a empresa novamente. De acordo com o presidente do SindMetal-GO, Roberto Ferreira, caso a empresa não responda, o sindicato pode entrar com um pedido de reunião junto à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Goiás (SRTE/GO).


Metalúrgicos aprovam, por unanimidade, continuidade das negociações do ACT 2013/14

“Os metalúrgicos não abrem mão da negociação, e o papel do sindicato é estar do lado deles e defender seus interesses. Eles estão mobilizados e alguns até mesmo falaram em greve, agora resta saber qual será a atitude da empresa”, afirma Roberto. A greve é a última ferramenta de uma negociação. Por isso, neste momento, o SindMetal-GO agirá com cautela. “O sindicato não tem interesse em facilitar para a empresa, mas antes de estimularmos medidas mais fortes, queremos estabelecer o diálogo com a Mangels“, explica o presidente da entidade.

A partir de agora, o SindMetal-GO volta a fazer contato com a Mangels, para tentar uma reunião com a direção da empresa. A intenção é que o Acordo seja realizado de forma pacífica, respeitando os interesses e direitos dos trabalhadores.

Leia mais:
>> SindMetal-GO reúne-se com direção da Metalúrgica Rezende
>> Simelgo promete, mas não cumpre
>> TV SindMetal lança novo programa para mulheres

Fonte: Assessoria de Comunicação SindMetal-GO