Devido o não pagamento do adicional de insalubridade, a Gabitec terá que desembolsar R$ 8074,88 para os empregados do setor de fundição que estão há cinco ou mais anos na empresa. O acordo foi firmado em assembleia com os trabalhadores, na qual ficou decidido também que obreiros com menos tempo de casa receberão valor proporcional ao período de serviço.

A obrigatoriedade do pagamento aos empregados se deu após a determinação do juiz da 3ª Vara do Trabalho de Aparecida de Goiânia de realizar perícia no ambiente de trabalho em abril de 2016. O acordo fechado na assembleia definiu que o pagamento será divido em seis parcelas a partir de janeiro de 2017, sendo que, a cada mês, dois trabalhadores receberão o valor integral. O documento foi homologada em 6 de dezembro de 2016.

Para o advogado do SindMetal-GO, Dr. João Camargo Filho, a decisão judicial fará com que a empresa se atente à aplicação da saúde ambiental aos empregados para terem um futuro mais saudável. “Haverá melhorias na condição de trabalho, além do reforço financeiro. Essa é mais uma conquista importante do sindicato junto aos trabalhadores da categoria”, afirmou.