SindMetal-GO firma acordo com 17% de aumento salarial

A reunião ocorreu no último sábado, 8 de junho, na sede da Elétrica e Torneadora Nissei. Diante da greve geral deflagrada na semana passada pela categoria em, os empresários acharam por bem convocar o SindMetal-GO para o diálogo e a possível aprovação de um acordo coletivo de trabalho.


SindMetal-GO reúne-se com empresários para discutir acordo coletivo de trabalho

A pedido da direção da empresa, uma comissão do sindicato dos trabalhadores foi até a empresa para ouvir a contraproposta de aumento salarial, que foi de 17%. Imediatamente, o índice foi colocado na pauta de uma assembleia com os empregados da  Elétrica e Torneadora Nissei, que aprovaram o percentual.


Empregados da Elétrica e Torneadora Nissei votam pelo índice de 17% de aumento

Este passa a ser o acordo coletivo com o maior aumento salarial da categoria em 2013, ultrapassando Metalúrgica Rezende e MR Metalúrgica que fecharam em 15%. “A conquista deste índice pelos trabalhadores trouxe muita alegria, já que prova que a união faz a força. E, também, que a categoria está mais consciente de seus direitos, hoje”, comemora Roberto Ferreira, presidente do SindMetal-GO.


Direção da empresa assina documento que firma acordo com SindMetal-GO

A greve geral dos metalúrgicos já dura seis dias de lutas e conquistas. “Vários acordos já foram firmados e acreditamos que ainda virão muitos. Os empresários sabem que estão sendo prejudicados pela representação do SIMELGO e, por isso, estão buscando outras saídas este ano”, explica Ferreira.


Leia mais:

>> SindMetal-GO firma mais um acordo coletivo de trabalho
>> Greve apresenta resultados: mais dois acordos são firmados
>> Empregados da JK Montagens firmam acordo com 12% de aumento

Fonte:
Assessoria de Comunicação SindMetal-GO