A presidente Dilma Roussef vetou a fórmula 85/95 aprovada pelo Congresso nos últimos dias. Essa proposta significa que o trabalhador pode se aposentar quando a idade e o tempo de trabalho somar 85 anos, no caso das mulheres, e 95, no caso dos homens.

A nova fórmula sugerida pela presidente acrescenta um ano a cada doze meses. Por exemplo, em 2017 o tempo para se aposentar com 100% dos benefícios será de 86 anos para as mulheres, e 96 para os homens. Essa progressão será interrompida em 2022, quando a soma atingir 100 para os homens, e 90 para as mulheres.