O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, acompanhado dos assessores de base da entidade, se reuniu nesta quinta-feira, 13 de agosto, com a diretoria da empresa Fasam Indústria Metalúrgica para discutir a situação de empregados que foram dispensados recentemente do quadro de funcionários da empresa. Cinco dos trabalhadores demitidos acompanharam a reunião.

O Sindicato resolveu intervir depois que soube das recentes demissões em massa que a empresa vem fazendo. Vários empregados – todos com mais de seis meses no emprego – foram dispensados sem que a rescisão dos contratos fosse homologada no sindicato, o que é um desrespeito às leis trabalhistas. Para piorar, o pagamento dos acertos foi parcelado de forma arbitrária pelos patrões.

O presidente da entidade afirmou que a empresa está descumprindo a convenção da categoria e pediu que os contratos fossem rescindidos de forma legal, ou seja, homologados no departamento jurídico da entidade. O proprietário da empresa ignorou e afirmou que não fará as homologações no sindicato. Diante disso, o presidente Eugênio Francisco esclareceu aos empregados que o SindMetal-GO está preparado para ingressar na justiça contra a empresa e que isso poderá acontecer a qualquer momento.


Assessoria de base do SindMetal-GO em reunião com a diretoria da Fasam