Os trabalhadores que participaram do 59º Curso de Formação Sindical realizado pelo SindMetal-GO no dia 12 de fevereiro tiveram a oportunidade de simular uma mesa de negociação para conhecer como funciona, na prática, as relações entre os representantes dos empregados e dos patrões no Brasil. 

 


Participantes simulam mesa de negociação

No período da manhã os 18 associados acompanharam a abertura das atividades com o encarregado de cursos da entidade, Maxwell Rezende, na qual o presidente do sindicato, Nelson de Padua Netto falou sobre o programa educacional  implantado pela diretoria. Foram apresentadas palestras com temas sobre negociação e convenção coletiva, campanha salarial, data base, inflação, pauta de reinvindicações, aumento e reajuste salarial, arbitragem e dissídio coletivo. 

 


Momento de interação entre trabalhadores

Na parte da tarde, uma mesa de negociação foi simulada. Os alunos se dividiram em dois grupos: um para representar os empresários e o outro os empregados. Para o encarregado de cursos, Maxwell Rezende, a mesa é importante para o trabalhador sentir na pele como são realizadas as negociações. “Na teoria é uma coisa, na prática é totalmente diferente, por isso esse trabalho é fundamental” ressalta.

Segundo o torneiro mecânico Pablo Cândido, da empresa JK Montagens, o sindicato sempre se preocupou com os empregados da empresa. Ele diz ainda que o curso superou as expectativas. “O curso foi muito abrangente e mostrou a realidade do sindicato, o que ele se propõe a fazer e de que forma isso é feito”.

 


Entrega de certificados