21/12/2015

Lançada no dia 11 de dezembro, a Campanha Salarial 2016 dos metalúrgicos de Goiânia e Região metropolitana já percorreu uma média de 50 empresas, colhendo as sugestões das principais reivindicações dos trabalhadores. 


Remerson Rocha, assessor de base: “Os patrões não podem alegar falta de tempo para analisar as propostas”

Na sexta-feira, 18, foi a vez dos empregados da Metalgráfica Iguaçu participarem da concorrida assembleia que gerou muita discussão. Vários pontos importantes foram levantados para compor a pauta de reivindicações.

A data base ocorre no dia 1° de abril, mas a mobilização inicia em meio às festas de natal e ano novo. Remerson Rocha, assessor de base do SindMetal-GO, explica o ritmo intenso das assembleias para o levantamento da pauta. “Quanto mais cedo a pauta for protocolada no sindicato patronal, mais cedo começam as negociações. Os patrões não podem alegar falta de tempo para analisar as propostas”, afirma.


Trabalhadores estão confiantes no Sindicato para as negociações de 2016

O operador industrial na empresa Metalgráfica Iguaçu, João Batista Graciano está confiante no sindicato para representá-lo nas negociações de 2016. Esta é a mesma opinião da Francisca Monteiro e do Joel Gomes dos Santos, ambos operadores de máquina na empresa. “Eles falam que o governo quebrou o País, mas mesmo assim vamos exigir nosso aumento de salário”, diz Joel.