Durante três dias, 14 candidatos irão repensar a educação no país e entender como o poder dominante oprime a sociedade e os trabalhadores brasileiros

Teve inicio na manhã desta quarta-feira, 16 de julho, no município de Anápolis-GO, o 13º Curso de Formação de Coordenadores de Atividades Educacionais promovido pelo sindicato dos metalúrgicos de Goiânia. Várias autoridades prestigiaram a solenidade de abertura do evento, dentre elas o presidente do sindicato dos metalúrgicos de Anápolis, Reginaldo José Farias, o presidente do Sindicato dos metalúrgicos de Itumbiara, Flavio Henrique Marani, o presidente do sindicato dos aposentados, pensionistas e idosos da Força Sindical em Goiás, Mateus Correa da Silva.


Autoridades prestigiaram abertura do evento

O objetivo da diretoria é reforçar a equipe de coordenadores dos cursos que a entidade oferece aos trabalhadores da categoria para conscientizá-los que somente por intermédio da educação será possível promover as mudanças necessárias e desejadas pela classe. Apenas 14 participantes terão a oportunidade de tornarem coordenadores nestes três dias de curso.


14 pessoas foram convidadas á participar do curso

A metodologia do curso será desenvolvida com base no Método de Ensino de Paulo Freire, patrono da educação brasileira. Segundo o presidente do SindMetal-GO,  um dos coordenadores do curso, Roberto Ferreira, para se transformar em coordenador de ideias é necessário que o participante assimile na íntegra as quatro partes da metodologia e ter motivação para lidar e interpretar as experiências de vida e leitura de mundo dos trabalhadores.

 

Veja também:

> Concluído o replanejamento estratégico administrativo para gerentes e encarregados

> Operário tem parte do corpo queimada em acidente de trabalho

> Encerrada a primeira semana da Campanha “De volta pro meu sindicato “


Fonte: Núcleo de Jornalismo e Assessoria de Imprensa