A legislação trabalhista não acompanhou a evolução das décadas passadas

O aumento da produtividade da economia brasileira tem de passar necessariamente pela modernização da legislação trabalhista, na opinião da diretora de relações institucionais da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Mônica Messenberg, durante a 5ª edição de Fóruns Estadão Brasil Competitivo, que discute, nesta terça-feira, 6, a Modernização do Trabalho. O evento é promovido pela Agência Estado e pelo jornal O Estado de S.Paulo, com o apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

'A legislação trabalhista não acompanhou a evolução das décadas passadas', afirmou. Mônica apontou ainda que a modernização das relações de trabalho é uma das agendas mais importantes para o País no que diz respeito ao aumento da produtividade e à consequente competitividade nacional.

Na última década, a produtividade do País permanece praticamente estável, enquanto a de países como a Coreia do Sul cresce em média 5% ao ano, apontou a diretora de relações institucionais da CNI. 'A legislação trabalhista é um fator estratégico que poderá dificultar ou induzir (ganhos de produtividade no trabalho)', completou.

Fonte: Diário da Manhã (GO)