Com queda de preços de produtos de peso na composição do prato do goianiense, a cesta básica em janeiro na capital apontou queda de 4,9% em comparação com janeiro de 2013 e 0,3% com o mês de dezembro. Assim, a cesta básica em Goiânia foi a quinta mais barata entre as 18 cidades pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O valor é de R$ 273,84.

Seis produtos apresentaram queda em janeiro se comparado ao mês anterior: batata (-13,25%), feijão carioquinha (-10,20%), leite integral (-6,64%), arroz agulhinha (-3,08%), açúcar cristal (-2,01%), além de um tímido recuo do óleo de soja (-0,39%).

A queda do preço da cesta básica só não foi maior em função de uma leve alta da carne bovina (0,47%), item de maior peso entre os 13 produtos pesquisados. Outros produtos que elevaram o preço foi o tomate (6,47%), café (4,93%), banana prata (4,08%), manteiga (3,96%), farinha de trigo (2,21%) e pão francês (1,73%). Em janeiro, o custo da cesta básica comprometeu 41,11% do salário mínimo líquido, ou seja, após os descontos previdenciários.

NACIONAL

Enquanto nove capitais apresentaram elevação nos preços da cesta básica em janeiro em relação ao mês anterior, outras nove registraram queda, de acordo com a pesquisa Dieese.

Brasília e Manaus foram as capitais que registraram a maior alta no preço do conjunto de itens básicos, com elevação de 5,49% e 5,04%, respectivamente. Além disso, tiveram alta em janeiro Recife (2,21%), João Pessoa (2,07%), Vitória (1,79%), Florianópolis (0,87%), Fortaleza (0,41%), Salvador (0,28%) e Belém (0,02%).

Já as quedas mais expressivas foram registradas em Campo Grande (-4,19%), Porto Alegre (-2,47%) e Curitiba (-2,41%). Também apresentaram queda no primeiro mês do ano Rio de Janeiro (-1,58%), Belo Horizonte (-1,47%), Natal (-1,25%), Aracaju (-1,19%), São Paulo (-1,15%) e Goiânia (-0,30).

Leite, feijão e café apresentaram as maiores quedas de preços em janeiro e tiveram redução na maioria das capitais pesquisadas.

Fonte: O Popular