A capacidade instalada em usinas de geração de energia elétrica atingiu a marca de 131.162 MW em dezembro de 2014, o que representa uma expansão de 5,8% (7.189 MW) na comparação com dezembro do ano anterior. Apenas no mês de dezembro houve incremento de 771 MW (0,59%), quando comparado com o mês anterior.

De acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), os destaques de 2014 ficaram com o aumento da capacidade das hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, que acrescentaram, respectivamente, 1.158 MW e 1.425 MW em potência instalada.

A geração eólica também se destaca, com a adição de 2.500 MW de capacidade no decorrer de 2014. Foram incorporadas ao sistema 170 novas usinas, o que elevou para 1.234 o número de usinas eólicas em operação no País no fechamento do ano passado.

A capacidade das usinas eólicas era de 4.945 MW em dezembro, o que coloca essa fonte como a quarta mais importante do País, superando a geração a partir de óleo e biocombustíveis (4.885 MW). Os líderes são as fontes hidráulica (90.114 MW), gás (10.299 MW) e biomassa (9.994 MW), segundo o Boletim de Operação das Usinas da CCEE.

A geração de energia no mês de dezembro atingiu 62.084 MW médios, uma queda de 0,1% em relação a dezembro do ano anterior. Na comparação com novembro de 2014, houve queda de 1,7%.

O resultado é explicado pela queda de 13,9% na geração hidráulica na comparação entre meses de dezembro, para 40.289 MW médios. A geração eólica, por outro lado, saltou 143,3% em igual base comparativa e atingiu 1.908 MW médios. Somente no mês de dezembro foram incluídas no sistema de contabilização da CCEE 33 usinas, sendo 21 parques eólicos, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e duas térmicas à biomassa. (Estadão Conteúdo)

Fonte: O Hoje