Sindicato mediou negociação entre empresa e empregados

O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, esteve na manhã da quarta-feira, 17 de janeiro, reunido com os trabalhadores da Caldeiraria Oliveira. O motivo da reunião foi apresentar aos empregados a proposta da empresa de regularizar os atrasos nos salários de novembro e dezembro do ano passado e no pagamento do 13º salário de 2016 e 2017.

Os valores atrasados serão pagos em seis parcelas. A partir de janeiro deste ano, a empresa deverá retornar o pagamento integral dos salários. Caso os empresários cometam novamente a irregularidade, terão que pagar multa de R$ 100 diários por trabalhador.

Os trabalhadores votaram e aprovaram a proposta da empresa

A reunião contou com a participação do diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Eraldo Alcântara, o Maloca. Ele destacou a importância do empregado e empregador cumprirem os direitos e deveres trabalhistas. “Nós mostramos que o trabalhador também precisa fazer sua parte no ambiente de trabalho”.

Eugênio esteve acompanhado de dois sindicalistas do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo

Segundo Eugênio, o caso da Caldeiraria comprova a ação eficaz do Sindicato em relação às denúncias recebidas. “É importante que o trabalhador esteja unido com o Sindicato e denuncie. A equipe da entidade está de parabéns e só houve solução do problema devido a união da categoria com a nossa entidade”, explicou.

O SindMetal-GO possui número de WhatsApp exclusivo para denúncias. Caso o trabalhador veja irregularidade na empresa, é necessário enviar mensagem para o (62) 9 8177-0071. O anonimato é garantido.