A intenção do Consumo das Famílias (ICF) em Goiânia voltou a cair este mês. A queda foi de 7,4 pontos, de 131,2 em novembro para 123,8 em dezembro.

O presidente da Fecomércio, José Evaristo dos Santos, frisa que a desaceleração do consumo é consequência da economia do País e reflete no comércio goiano. A expectativa de vendas em 2014 é de crescimento de 2,4%, mais de dois pontos porcentuais a menos que 2013. Em relação ao mês de dezembro, é esperado aumento de 2,8% nas vendas, bem abaixo dos 6,8% do mesmo período do ano passado.

“Não acreditamos que a economia volte a crescer em curto prazo. 2015 será um ano de dificuldades. A confiança dos empresários em todos os setores está em baixa, os investimentos serão diminuídos e, consequentemente, os empregos também.

Fonte: O Popular