Na comparação entre seis capitais metropolitanas pesquisadas, Salvador é a detentora dos piores indicadores de emprego do país, segundo o IBGE

A região metropolitana de Belo Horizonte teve a menor taxa de desemprego em março (5,1%), apesar da alta de 0,4 ponto percentual ante fevereiro.

A Pesquisa de Emprego e Desemprego realizada pelo Dieese e pela Fundação João Pinheiro (ligada ao governo de Minas) também registrou elevação de 0,3 ponto, mas na comparação com março de 2011 o saldo é bastante favorável.

Na comparação entre seis capitais metropolitanas pesquisadas, Salvador é a detentora dos piores indicadores de emprego do país, segundo o IBGE.

A capital baiana apresenta taxa de desocupação de 8,1%, acima da média brasileira, de 6,2%.

A desocupação masculina em março ficou em 5,9% da população economicamente ativa na região metropolitana de Salvador, pouco acima do índice de São Paulo (5,4%). Entre as mulheres baianas, porém, a taxa foi de 10,6%.

Fonte: Folha.com