De janeiro a julho, as exportações goianas chegaram a US$4,036 bilhões

Resultado das exportações de US$645,460 milhões e importações de US$369,826 milhões, a balança comercial goiana obteve em julho superávit de US$ 275,634 milhões. Os dados foram divulgados no final da manhã desta terça-feira (6/8) pelo secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. O saldo comercial goiano, segundo Baldy, está em US$ 1,078 bilhão.

“No acumulado do ano, também temos o que comemorar. De janeiro a julho, as exportações goianas chegaram a US$4,036 bilhões”, diz o secretário, ressaltando que as importações totalizaram US$2,957 bilhões.

Baldy atribui os bons resultados ao trabalho realizado de forma intensa para que Goiás avance. “Enquanto o Brasil tem um déficit de quase US$ 5 bilhões no seu saldo comercial, a balança comercial goiana demonstra um equilíbrio nas exportações, uma queda nas importações e um saldo comercial positivo de quase US$ 1 bilhão”, acrescenta.

Em coletiva, Baldy destacou que, pelo quinto mês consecutivo, a soja encabeça a lista dos principais produtos exportados por Goiás. Em julho, a soja e seus derivados representam 46,35% desse total. Na sequência, aparecem as carnes (bovinas, aves e suínas), ulfeto de cobre, ferroligas, açúcar, couros, milho, entre outros.

Importações

Os principais produtos importados por Goiás foram os veículos, tratores e suas partes (27,45%), produtos farmacêuticos (23,02%), caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos, entre outros. Destacaram-se como fornecedores dessas mercadorias a Coreia do Sul, Japão e Alemanha

Fonte: A Redação