Paralisação pode ter início na próxima terça-feira. Pelo menos 18 Estados e o Distrito Federal devem ter serviços prejudicados na próxima semana

Os bancários de Goiás realizam assembleia hoje, às 19 horas, na sede social da APCEF/GO (Avenida T-8 esquina com a T-1, Setor Bueno), para referendar a decisão de iniciar greve a partir de amanhã, já recomendada pelo comando nacional da categoria.

A proposta feita pelos bancos para os reajustes salariais foi rejeitada. Os bancos ofereceram reajuste de 7,35%, um aumento real (acima da inflação medida pelo INPC) de 1,55%. No entanto, os sindicatos pedem um reajuste de 12,5%, aumento real de 5,8%.

No ano passado, a greve durou 23 dias. Se isso se repetir, chegará próximo ao segundo turno da eleição, marcado para o dia 26 de outubro. A maior greve foi em 2004, quando a categoria parou por 30 dias.

Fonte: O Popular