Trabalhadores com direito a receber o abono salarial PIS/Pasep que ainda não sacaram o benefício devem procurar uma agência da Caixa Econômica Federal, no caso do PIS, ou do Banco do Brasil, no caso do Pasep, para efetuar o saque no valor de R$ 724,00. A orientação é da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás (SRTE/GO).

De acordo com o órgão, o abono salarial exercício 2013/2014 ainda não foi sacado por 59.252 trabalhadores em Goiás, o que significa que mais de R$ 42 milhões estão à disposição do trabalhador goiano. No Centro-Oeste, 207.567 trabalhadores ainda não sacaram o benefício.

Segundo o superintendente regional do Trabalho e Emprego em Goiás, Arquivaldo Bites, o trabalhador tem até o dia 30 de junho para realizar o saque, caso contrário perderá o beneficio. “O Ministério do Trabalho encaminha correspondência para os beneficiados, mas alguns não são localizados. Sabe-se que trabalhadores podem estar em dificuldades financeiras e desconhecem que há dinheiro aguardado por eles”, afirmou.

O abono salarial é um benefício, no valor de um salário mínimo anual, assegurado aos empregados que recebem até dois salários mínimos de remuneração mensal de empregadores que contribuem para o PIS ou para o Pasep.

Fonte: O Popular