Esta edição do curso marcou a estreia de três novos coordenadores de ideias

Aconteceu nesta quinta-feira, (12 de setembro de 2013), na Escola Sindical dos Metalúrgicos, a 48ª edição do Curso de Formação Sindical. Com o objetivo de formar trabalhadores da categoria, o curso reuniu 19 participantes oriundos de empresas da base que passaram por um processo de conscientização e aprenderam sobre a realidade do sindicalismo brasileiro.

A metodologia aplicada no curso é baseada no método de Paulo Freire, o patrono da Educação Brasileira, que valoriza as experiências de vida de cada um e trabalha com um modelo de educação popular e participativa.


Participantes e equipe de cursos do 48º Curso de Formação Sindical

 O operador de máquinas da Roldanas Brasil, Jorge Nilson Arcanjo do Nascimento, aprovou o curso. “Sobre sindicato eu sabia apenas o que é rotineiro, acerto, acordo, essas coisas. Mas, agora sabendo como o sindicato age, a gente vê que é muito mais do que aquela cobrança que vem no nosso contracheque, ele é um parceiro do trabalhador”, diz.

Esta edição do curso trouxe ainda a estreia de três novos coordenadores e outras duas observadoras que se formaram no 12º Curso de Formação de Coordenadores de Atividades Educacionais: Waterson Valentin, Vinicius Duque e Juliana Nunes, puderam colocar em prática o conhecimento adquirido. “Foi muito bom poder aplicar o que aprendi no curso de Formação. Gostei muito da experiência e espero poder atuar nos próximos cursos.”, revela Waterson.

Veja Também:

>  Para livrar da justiça, representantes da Assolan procuram SindMetal-GO

> Novos coordenadores querem construir um novo sindicalismo no Brasil

> Assolan impede sindicalização na fábrica e SindMetal-GO suspende assembleia

 

 Fonte: Núcleo de Jornalismo e Assessoria de Imprensa