Suelene da Silva era filiada ao SindMetal-GO há dois anos, e, neste período, sempre utilizou os benefícios que a entidade oferece. Mas, ao sair da empresa em que trabalhava, teve que deixar de ser associada. Porém, após conseguir outro trabalho em uma empresa metalúrgica, não perdeu tempo e se filiou novamente. Enquanto ela esperava a consulta com a ginecologista, a filha, Mariana Carneiro, de seis anos, se consultava com a pediatra. “É mais fácil consultar no SindMetal-GO do que no SUS. Já era bom antes, agora, não pagando a consultas, ficou maravilhoso!”, afirmou Suelene.