A greve na GynGlass continua. A empresa recusa apresentar uma proposta justa aos empregados. A paralisação só terminará quando a nova proposta dos empresários forem aceita pelos próprios trabalhadores.