Dados informados por jornal goiano são incoerentes com a realidade

De acordo com a direção do SindMetal-GO, os dados apresentados pelo jornal O Popular, no dia 15 de junho de 2011, não correspondem com a realidade. “Na reportagem intitulada de '94% dos trabalhadores têm reajustes acima da inflação', foi veiculado que os metalúrgicos de Goiânia haviam recebido os menores salários de 2010. Isso não é verdade”, afirma o presidente do SindMetal-GO, Roberto Ferreira.

Em 2010, o piso salarial dos metalúrgicos da grande Goiânia foi de R$ 612. O valor esteve acima da média salarial de todos os trabalhadores goianos (independentemente da categoria), que era de R$ 609,02.

Ferreira explica que não há lógica nos dados apresentados pelo O Popular, pois “se o nosso piso salarial estava acima da média estadual, é impossível que nossa categoria tenha recebido um dos menores salários.”

Ao ser procurada pela Assessoria de Comunicação do SindMetal-GO, a repórter que redigiu a matéria afirmou que os dados apresentados naquela edição foram repassados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O Dieese, por sua vez, informou que houve um erro de interpretação da repórter.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do SindMetal-GO