24/02/2016

O índice foi definido pelos empregados na assembleia realizada pelo SindMetal-GO no dia 18 de fevereiro. Além do índice de aumento de 20% os empregados N. S. Freitas Serviços reivindicam um piso salarial equivalente a um salário mínimo acrescido de 30%. As mudanças que ocorrerem em função das negociações terão vigência no dia 1º de abril, data base para renovação do acordo mantido entre as partes.

Os operários também pedem a concessão de plano de saúde médico e odontológico sem ônus para todos os empregados. Eles querem, ainda, que a empresa restitua os valores desembolsados pelos empregados associados ao Clube Ferreira Pacheco, referentes às taxas de manutenção. O próximo passo, agora, é aguardar o contato dos empresários para dar início às negociações.

Vale destacar que a pauta de reivindicações foi montada com a devida antecedência para provocar atrasos nas negociações, que pode causar prejuízos aos obreiros. O sindicato espera que os patrões marque logo a reunião inicial. “Isso seria prejudicial para a própria empresa, pois ela teria que pagar o aumento de forma retroativa, pesando na folha de pagamento”, salienta o presidente da entidade, Eugênio Francisco.